Facilitando o Ambiente de Negócios para o Crescimento Económico
SPEED+

A rápida depreciação do metical face ao dólar

A moeda moçambicana, o metical, perdeu 50% do seu valor, passando de 30 meticias /1US em Janeiro para 45 meticais /1USD desde no dia 1 de Outubro. Normalmente, quando há uma acentuada depreciação do metical em relação ao Dólar norte-americano, o Governo moçambicano intervém para restaurar a moeda ao equilibrá-lo através da política monetária.

A política monetária implementada pelo Banco Central tem dois objectivos:

  1. Controle da inflação – que é feito definindo a média facilidade de cedência de 7,5%; a facilidade permanente de depósito em 1,50% e a taxa de reserva obrigatória em 8%, o que por sua vez, seduz os bancos comerciais para definir suas taxas de empréstimos médias em + /-21% (incluindo margens) para cobrir a diferença.
  2. Estabilização da moeda – consegue-se através de intervenções de mercado como a venda de dólares aos bancos comerciais em moeda local. Portanto, o acesso de circulação e mantém o metical mais forte e/ou com a venda de títulos de curto prazo e títulos do Tesouro (que são empréstimos do Governo) nos mercados financeiros. Então o que está a acontecer? Analisemos:

Factores microeconómicos

  • Pagamento da primeiro valor da dívida de Ematum.
  • As Eleições Gerais de 2014, que forem financiadas pelo Orçamento do Estado.
  • Alto nível de dívida Gdm + /-60% do PIB.
  • Situação política instável, que resulta na redução dos fluxos de investimento directo estrangeiro.

Factores macroeconómicos 

  • A decisão do banco de Reserva Federal dos Estados Unidos de manter as taxas de juros inalteradas (0%) contra a expectativa de que iria aumentar taxas dos EUA. Acredita-se amplamente ainda que irá aumentar as taxas de juros, levando os especuladores a gastar menos.
  • O total fortalecimento do dólar americano devido à recuperação da economia americana nesta época pós a crise financeira.
  • O declínio dos preços de “commodities” internacionais de maior valor de Exportação moçambicana como o carvão e alumínio.
  • A desaceleração  das económicas dos países do BRIC (Brasil, Rússia, China, Índia).

Efeitos

  • Sendo Moçambique um importador líquido da maioria das mercadorias verifica-se uma rápida subida nos preços da maior parte dos produtos no mercado.
  • As Exportações moçambicanas tornan-se mais barato.
  • O Governo por sua vez teve que retirar alguns subsídios chaves como por exemplo, o subsídio de pão e não está a regularizar o preço de combustível, apesar da queda do preço internacional do barril.

O resultado é uma falta de liquidez do mercado devido à redução de investimentos e gastos do Governo e a rápida depreciação da taxa de câmbio Metical / Dollar.